Plano de Expansão

Para expandir, foi preciso descentralizar os investimentos. Para isso, a Bahiagás traçou metas de interiorização focadas nos desenvolvimentos das regiões Sul, Extremo-Sul e Sudoeste do estado. O processo teve início com a implantação da Estação de Distribuição de Itabuna e a construção da rede interna de abastecimento da cidade, em 2010, seguindo a trilha de importantes obras, como o Gasoduto Sudeste-Nordeste (Gasene).

Em 2015, entrou em operação o Gasoduto Itabuna-Ilhéus, maior intervenção com participação do Governo do Estado na Região Sul e a maior obra já executada pela Bahiagás. Na região também foi inaugurada, no mesmo ano, a primeira sede operacional da Companhia no Sul da Bahia, consolidando o processo de descentralização da Bahiagás.

Já no Extremo-Sul, a Companhia passou a fornecer gás natural para importantes indústrias do setor de papel e celulose, a exemplo da Suzano e da Veracel.

A região Sudoeste vai receber o principal empreendimento da Bahiagás: o Gás Sudoeste – Duto de Distribuição de Gás Natural do Sudoeste. Trata-se do maior gasoduto de distribuição do Nordeste e segundo maior do país, que ligará os municípios de Ipiaú e Brumado, passando por Jequié e Maracás, entre outros.

A cidade de Feira de Santana também passa por um processo de expansão da rede urbana para ampliação do fornecimento aos segmentos comercial, residencial e automotivo.

Estas iniciativas significam importante fator de progresso e de atração de novos empreendimentos para o interior do estado.