Mostrando itens por marcador: Residencial

Simulador de Consumo

Simule o uso de gás natural (Segmento Residencial)

A tabela abaixo tem o intuito de esclarecer eventuais dúvidas a respeito da tarifação do consumo de Gás Natural dentro da tabela tarifária vigente.

A tarifa média praticada pela Bahiagás é calculada aplicando-se o sistema de "cascata" na tabela tarifária, ou seja, o consumo é distribuido progressivamente em cada faixa de consumo e o valor a ser pago em cada uma é calculado multiplicando-se este consumo pela tarifa correspondente a cada faixa. Somando os valores calculados e dividindo pelo consumo total, chegamos à tarifa média praticada.

Preencha o seu consumo mensal e o sistema irá calcular automaticamente todos os itens. Para apagar, clique no botão limpar.

 

Residencial

O segmento residencial é uma opção muito mais prática e confortável para os clientes que querem usufruir dos benefícios do gás natural canalizado dentro de casa. Entre as vantagens estão o ganho de espaço (já que não precisa do uso de botijões), o fornecimento constante, pagamento após o consumo, custo benefício, mais segurança e versatilidade.

Possibilidades de uso na residência:

Cocção:

  • fogão
  • churrasqueira

Aquecimento:

  • chuveiro
  • piscina
  • banheira
  • torneira
  • lavadora e secadora de roupa
  • sauna

 

Operação converte 800 novas residências para uso de gás natural stars

Condomínio Brisas Residencial é o maior empreendimento convertido para gás natural na Bahia

Em alinhamento com as suas diretrizes estratégicas e com o direcionamento de expandir o fornecimento de gás natural no segmento residencial, a Companhia de Gás da Bahia - Bahiagás iniciou, no último dia 27 de fevereiro, o maior processo de conversão de um condomínio habitado feito pela Companhia. O fornecimento de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) das seis torres do Condomínio Brisas Residencial Clube está sendo convertido para o uso do Gás Natural (GN). Serão, ao final do serviço, que tem data de conclusão prevista para o dia 27 de março, 800 novas unidades consumindo o energético.

O Gás Natural será utilizado pelos novos clientes para cocção (cozinha) e nos aquecedores de água dos chuveiros. O processo de conversão cumpre um protocolo rigoroso, com etapas que antecedem em meses o momento do início do fornecimento. Segundo o coordenador da Gerência Comercial de Varejo (Gevar), Fábio Fráguas, “a Bahiagás vem estruturando o serviço há alguns meses, com o envolvimento de uma equipe do quadro da Gevar, destacada apenas para cuidar do projeto”, explica.

“a Bahiagás vem estruturando o serviço há alguns meses, com o envolvimento de uma equipe do quadro da GEVAR, destacada apenas para cuidar do projeto”.

O coordenador ressalta, que a chegada destes novos clientes, responde ao trabalho de prospecção realizado pela Gevar, com potenciais clientes usuários de outros energéticos. Fábio classifica a empreitada como um marco nesse processo de conversões, desde o início das atividades da Companhia. “É perfeitamente possível afirmar que, fora do eixo Rio de Janeiro/São Paulo, esta seja a maior conversão de um condomínio com unidades já habitadas”. Segundo ele, a experiência obtida com o planejamento e execução do projeto ficam como mais um importante legado para a Bahiagás. “Uma experiência bastante enriquecedora”, destacou.

Números - Depois das etapas comerciais e de contratação, o projeto entra na fase operacional, com construção e teste da nova rede, instalação e ajustes de medidores, transporte de materiais, treinamentos comportamentais e de segurança, e, por fim, a conversão dos aparelhos e adequação dos ambientes. “Estamos nessa etapa final do processo, que envolve quase 50 trabalhadores. Sendo 43 de empresas contratadas e os demais do quadro da GEVAR, além da participação de equipes das gerências de Segurança, Meio Ambiente e Saúde; e de Operação e Manutenção”, assinala Fábio.

“O desempenho destes setores confirma o empenho de todos os colaboradores e de todas as áreas no cumprimento das diretrizes estratégicas traçadas no nosso planejamento”

O mercado de varejo (residencial e comercial) tem sido uma das prioridades da Bahiagás. A Companhia possui, atualmente, mais de 385 km de rede de dutos implantados em áreas urbanas e já superou a marca de 52 mil clientes residenciais consumindo o gás natural.

Para o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, o crescimento da rede e do número de clientes nestes segmentos representam muito mais do que o crescimento da Companhia. “O desempenho destes setores confirma o empenho de todos os colaboradores e de todas as áreas no cumprimento das diretrizes estratégicas traçadas no nosso planejamento”, destaca Gavazza.

Mais de 44 mil residências já são abastecidas com gás natural stars

A expansão do consumo de gás natural no segmento residencial registrada no estado, resultante da estratégia de investimentos no desenvolvimento do setor, implementada pela Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás, foi o destaque do Relatório da Administração 2016 da Companhia, publicado na última quinta-feira (13/04), em jornais impressos de grande circulação do estado e no Diário Oficial da Bahia. O documento também será veiculado nos principais jornais do interior, nas regiões onde a Bahiagás tem atuação.

O direcionamento da Companhia garantiu uma significativa ampliação da base de usuários do gás natural e possibilitou a superação da marca de 44 mil clientes residenciais. Com estes números, a Bahia se tornou o maior consumidor do energético no segmento, fora do eixo Rio de Janeiro/São Paulo, estados com tradição centenária no setor. A cidade de Feira de Santana é o maior símbolo deste crescimento no âmbito residencial. A Bahiagás iniciou, em 2016, o atendimento a este setor no município e chegou ao final do ano com mais de 1.000 usuários.

Projetos - O processo de interiorização do gás natural também é destaque no Relatório. Ele demonstra o avanço do Projeto Gás Sudoeste, que, finalizado, será o maior duto de distribuição do Nordeste e o segundo maior do País, com cerca de 300 km de extensão. Com valor total estimado de R$ 505 milhões, a construção irá atender aos setores de mineração e outros usuários dos segmentos industrial, comercial e automotivo.
Outros projetos importantes também constam no documento. As ações do Programa de Incentivo ao Uso do Gás Natural Veicular, como a campanha de estímulo à conversão de veículos particulares para o uso do GNV; e a assinatura do Convênio com a Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb), para conversão de veículos da frota própria do Estado; além da habilitação para a importação do GNL (Gás Natural Liquefeito), através do Terminal de Regaseificação da Bahia (TRBA), localizado na Baía de Todos os Santos, são alguns exemplos.

Crescimento - O Relatório apresenta um panorama com os principais indicadores da Companhia. Demonstra o aumento do número de clientes, com a ligação de 6.724 novos usuários, e a ampliação da malha de dutos em mais de 44 km. Tudo isso possibilitado por investimentos na ordem de R$ 56 milhões. Somente em Salvador foram investidos R$ 13,5 milhões, com 21 km de rede construída.


Junto com o crescimento da Bahiagás vem também o aumento do compromisso da Companhia com o desenvolvimento do estado. O aporte na área de responsabilidade social alcançou a soma de R$ 3,6 milhões. Com destaque para o projeto ‘Mulher com a Palavra’. Iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM-BA), que levou, em quatro edições, aproximadamente 6 mil pessoas ao Teatro Castro Alves (TCA).

O documento mostra também as perspectivas para o ano de 2017. Com a previsão de ligação de 10 mil novos clientes, numa rede de distribuição de 64 km e investimentos de R$ 74,96 milhões. Destaque para a implantação da 1ª fase da Rede Urbana de Alagoinhas, com extensão total de 10 km, e as obras do Duto de Distribuição de Lauro de Freitas, para atendimento aos clientes residenciais e comerciais na região.

O arquivo do Relatório da Administração 2016 também estará disponível no site da Bahiagás (www.bahiagas.com.br).

Gás natural chega ao Jardim das Margaridas

A Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás vai financiar a conversão de mais 48 carros de órgãos públicos estaduais até setembro deste ano. A ação faz parte de um convênio entre a concessionária e a Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb). A parceria prevê um investimento de R$ 800 mil para converter veículos da frota própria do Estado para o uso do Gás Natural Veicular (GNV) como combustível principal.

O convênio beneficia 15 órgãos estaduais. Entre eles estão as secretarias da Administração, Saúde, Segurança Pública, Educação, Trabalho, Desenvolvimento Econômico, Administração Penitenciária, Relações Institucionais, Justiça e Direitos Humanos, Desenvolvimento Urbano, Agricultura e Meio Ambiente. Outros órgãos, como a Procuradoria Geral do Estado (PGE), o Detran e a Agência Reguladora de Saneamento Básico da Bahia (Agersa) também terão carros convertidos.

A conversão começou desde novembro de 2016 em veículos leves, movidos à gasolina/álcool, a exemplo de carros como Ecosport, Fiesta, Palio e Sandero. Ao todo, já foram convertidos 92 automóveis. Desde então, os órgãos passaram a usufruir das vantagens do gás natural. De acordo com um estudo da Saeb, um veículo do Estado movido à gasolina consome o equivalente a R$ 873,40 por mês, enquanto um carro movido à GNV gastará, no mesmo período, R$ 387,93.

Ainda segundo o estudo, em um ano, a mudança de combustível reduziria o custo de R$ 10.480,80 mil para R$ 4.655,16 mil. Ou seja, durante oito anos, prazo máximo para utilização dos carros do Estado, o uso de GNV reduziria o custo de R$ 83.846,40 mil para R$ 37.241,28 mil, o que representa uma redução de 55,58 %.

Outra vantagem do projeto, não só para os usuários dos veículos, mas para toda a população, é o caráter ambientalmente correto gás natural. Ele promove a redução da emissão de monóxido e dióxido de carbono no meio ambiente, diminuindo os índices de poluição do ar.
Para o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, a assinatura do convênio é uma das principais etapas do Programa +GNV, que compreende uma série de iniciativas visando à expansão do mercado do combustível. “O GNV traz eficiência energética e ambiental. Ele representa uma evolução no segmento automotivo. Por isso é tão importante para a Bahiagás e também para o desenvolvimento do Estado”, reforça.

“O convênio traz uma vantagem econômica para o Estado e permite que a gente avalie a melhor administração sobre o uso da nova frota”, acrescenta o secretário da Administração, Edelvino Góes.

Gás Natural: O energético mais competitivo

Este livro, escrito pelo engenheiro da Bahiagás, João Pedro Braga Teixeira, traz uma ampla revisão da literatura do gás natural e dos seus processos de distribuição. Além disso, apresenta um método de avaliação da competitividade entre energéticos, comparando o gás natural com os principais concorrentes.

Baixe aqui o seu exemplar.

Gás natural já atende 50 mil domicílios baianos stars

Na Bahia, 50 mil residências já fazem uso do gás natural. Essa marca acaba de ser alcançada pela Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás. O crescimento do número de clientes da Companhia, nos últimos anos, é digno de registro.

Eram apenas 1.151, em 2006. Esse quantitativo veio aumentando exponencialmente, ano após ano, alcançando mais de 60 mil contratos assinados e quase 51 mil clientes consumindo o energético. Considerando que cada domicílio tem em média três residentes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 150 mil pessoas já são impactadas pelos benefícios do gás natural nas suas residências.
A Bahiagás, maior concessionária do Norte-Nordeste no segmento e quarta maior distribuidora de gás natural do Brasil, é a responsável pelo provimento do energético em todo o estado da Bahia. Atualmente, fornece o combustível para 21 municípios, nos segmentos residencial, comercial, industrial, automotivo e termelétrico. Os destaques são a indústria e o setor residencial.

Este segmento desponta como o principal responsável pela elevação do número de

Assinar este feed RSS