Mostrando itens por marcador: Gás Natural

Bahiagás sedia encontro da Abegás stars

 

A Bahiagás sediou, na quarta-feira (12), o X Encontro das Concessionárias do Nordeste filiadas à Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado), realizado no Quality Hotel, no Stiep. O evento, que contou com a presença de representantes de distribuidoras de gás natural da região, teve o objetivo de apresentar os resultados preliminares da Chamada Pública Coordenada e discutir a adaptação das companhias às questões legais que envolvem o mercado de gás.

Conforme foi apresentado no encontro, durante o período da Chamada Pública Coordenada para aquisição de gás natural, nove empresas enviaram propostas para as distribuidoras participantes: Bahiagás, Algás (Alagoas), Cegás (Ceará), PBgás (Paraíba), Copergás (Pernambuco), Potigás (Rio Grande do Norte) e Sergás (Sergipe). Ao todo, foram 22 propostas com um total de 38 modalidades de suprimento oferecidas. Entre os próximos passos a serem dados estão a reunião com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e análise do perfil da demanda.

 “É muito importante este momento com a presença das companhias para a compreensão e nivelamento das informações sobre a Chamada Pública por parte de todos os participantes deste processo”, ressaltou a diretora técnica e comercial da Bahiagás, Gabriela Damasceno.

 Arcabouço legal

 Convidado para o encontro, o procurador do Estado da Bahia, Ailton Cardozo, falou sobre a adaptação das concessionárias de gás natural do Nordeste ao novo arcabouço legal (nova Lei das Estatais – Lei nº 13.303/16; alteração da Lei de Inovação – Lei nº 13.243/16) e estratégias de contratação.

Cardozo chamou a atenção para a necessidade de parcerias como forma de tornar as distribuidoras mais competitivas. “Temos que ter uma visão de novos instrumentos de contratação, diferente do que a gente vem fazendo ao longo dos anos. A criação de novas parcerias estratégicas é um instrumento muito relevante e eu acho que essa sinergia entre as empresas do Nordeste pode permitir a gente avançar nesse sentido”, disse.

 Consórcio Nordeste

 Conforme destacou o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, a união de diferentes concessionárias nordestinas de gás natural, para a realização de uma Chamada Pública conjunta, segue o rumo do Consórcio Nordeste, criado em março deste ano, sob liderança do governador Rui Costa, e que prevê parceria em projetos econômicos, políticos, infraestrutural e social entre os estados que compõem a região.

 “Com a soma dos nossos esforços, vamos usar melhor as coisas positivas que temos alcançado e desenvolver parcerias. E a união dos estados do Nordeste vai proporcionar, ainda mais, o crescimento da região”, ressaltou o gestor da companhia baiana.

 Para o diretor-presidente da Cegás, Hugo Figueiredo, o evento foi produtivo. “Este encontro foi fundamental para estabelecermos uma série de parcerias, a começar pela compra conjunta de gás natural”, observou. “Neste momento de muitas mudanças no país, é importante que haja uma sinergia entre os estados do Nordeste para que a gente consiga, juntos, ter mais força de negociação”, acrescentou a diretora-presidente da Potigas, Larissa Dantas. “A Bahia liderou esse processo quando tomou a iniciativa de fazer uma Chamada Pública para aquisição de gás natural. Agora estamos todos integrados nesta ideia”, completou o diretor-presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti.

Bahiagás assina Protocolo de Intenções em Vitória da Conquista stars

Para marcar o início de um estudo técnico que vai avaliar a viabilidade do gás natural em Vitória da Conquista, na sexta-feira (07), o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, se encontrou com o prefeito da cidade, Herzem Gusmão, para assinar o Protocolo de Intenções. O ato simbólico aconteceu na Secretaria Municipal do Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre) do município.

A assinatura do documento confirma o compromisso que a Bahiagás já havia firmado com Vitória da Conquista, durante evento realizado no município, em janeiro deste ano. Na ocasião, Gavazza explicou que, antes de levar o gás natural à terceira maior cidade da Bahia, é preciso um estudo de viabilidade técnica para analisar o mercado local, as formas de aproveitamento do energético nos empreendimentos e os riscos do negócio.

 

Se o resultado do estudo for positivo para a viabilidade, o gás natural vai incrementar o crescimento local.  “O Governo do Estado entende que o gás natural é um meio de levar o desenvolvimento às variadas cidades da Bahia. E essa parceria com Vitória da Conquista faz com que este energético sirva de mola propulsora para ampliar mais ainda as condições para o desenvolvimento da cidade e da região”, salientou Luiz Gavazza.

Conforme ele explicou, ao se confirmar este cenário, o segmento automotivo (GNV) deverá ser o primeiro atendido em Vitória da Conquista, podendo, inclusive, chegar ao município antes mesmo das cidades que serão atendidas pelo Duto de Distribuição do Sudoeste da Bahia – Gás Sudoeste (ainda em fase de construção).

 

Gavazza também falou sobre os avanços já ocorridos desde a apresentação das possibilidades do gás natural em Vitória da Conquista, realizada em janeiro. “Já avançamos na elaboração do arcabouço legal necessário para a construção das redes locais [de gasodutos]. Além disso, já estamos na fase de conclusão do processo licitatório para contratação da empresa que vai realizar a pesquisa do mercado local”, explicou.

 

Para o prefeito Herzem Gusmão, a assinatura do protocolo representa benefícios para a cidade. “Tenho a convicção de que Vitória da Conquista avança. E eu entendo que a assinatura desta parceria com a Bahiagás é de grande valia para o nosso município”, comentou.

 

 

Postos com GNV

O mapa abaixo exibe a localização dos postos que fornecem GNV. É possível ampliar o mapa e clicar no ícone dos postos para visualizar mais detalhes como nome do posto, endereço e bandeira.

Rede de Distribuição

O mapa abaixo exibe a localização de toda a rede de distribuição da Bahiagás no estado da Bahia. É possível ampliar o mapa para visualizar com maiores detalhes a localização dos gasodutos.

Caso exista a necessidade de realização de obras em locais onde há rede de gasodutos, por favor entre em contato conosco, com antecedência, através do SAC 0800 071 9111 e solicite as informações detalhadas sobre a rede. A Bahiagás dispões de técnicos capacitados para acompanhar, através do agendamento, a sua obra, ajudando a localizar todos os componentes da rede e fornecendo todas a orientações técnicas para que as intervenções ocorram com tranquilidade e segurança.

Rede urbana de gás natural de Itabuna está maior

A cidade de Itabuna, primeira da Região Sul do estado a ser atendida pela Bahiagás, tem recebido contínuos investimentos, desde o seu ingresso na rede de fornecimento de gás natural, em 2010. De lá para cá, o atendimento aos segmentos industrial, comercial e automotivo (GNV) tem levado benefícios para os diversos usuários do energético. No início de abril, a população itabunense se beneficiou com mais uma investida da Bahiagás no município: a ampliação da rede urbana de distribuição do bairro Jardim Vitória.

Com isso, a Companhia aumentou sua capacidade de atendimento às lojas, panificadoras, restaurantes e prédios residenciais do local. O projeto interligou o duto já existente na região, responsável pelo atendimento ao Hotel Tarik Fontes, favorecendo a chegada do energético para um conjunto muito maior de ruas do bairro.

A obra de instalação dos cinco quilômetros de dutos, 25 válvulas de bloqueio e 17 caixas de válvulas, foi concluída na metade do tempo previsto - quatro meses de trabalho, frente a um contrato de nove meses. A redução do prazo de conclusão do projeto resultou num custo final menor do que o orçado inicialmente, e na possibilidade de atendimento ainda mais breve aos clientes já prospectados pela Bahiagás.

Também foram reparados, no decurso da realização do serviço, os ramais do Condomínio Vila Verde e do Bairro Nossa Senhora de Fátima. Este último havia sido danificado em incidente ocorrido durante intervenção de uma concessionária local, e o seu reparo possibilita o fornecimento do energético ao Hospital Manoel Novaes e a estabelecimentos comerciais da região.

Bahiagás reduz tarifa do gás natural

A Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás informa que, desde o dia 1º de maio de 2019, reduziu em 0,66% (média percentual de todos os segmentos) o valor da tarifa do gás natural. O reajuste aconteceu devido à variação do preço de aquisição do energético junto à Petrobras, ocorrida neste mês, e que ocorre a cada trimestre.

No segmento automotivo, o valor da tarifa repassada aos postos de combustíveis teve uma redução de 0,58%. Com isso, o gás natural veicular (GNV), que já era considerado mais vantajoso em ralação aos combustíveis líquidos concorrentes, se torna ainda mais competitivo.

Os clientes industriais também serão beneficiados com um reajuste de - 0,66%. Já o segmento residencial sofreu uma redução da tarifa de 0,35%. A queda no segmento comercial foi de 0,44%.

A Bahiagás ressalta que o gás natural é um energético que proporciona uma série de vantagens aos usuários. Ele é mais prático, seguro, econômico e ambientalmente mais correto. Além disso, trata-se de um combustível versátil, que pode ser usado de diferentes formas nos variados segmentos.

Cervejaria Petrópolis amplia consumo do gás natural com a aplicação em empilhadeiras

A Cervejaria Petrópolis ampliou o seu consumo do gás natural com a aplicação do combustível em empilhadeiras. Inicialmente, cinco empilhadeiras já foram convertidas. O sistema instalado vai abastecer 14 máquinas, com consumo aproximado de 16 mil m3/mês. Após a ampliação da fábrica, localizada no município de Alagoinhas, o volume poderá chegar a 30 mil m3/mês.

A cervejaria é o primeiro cliente da Bahia a utilizar o gás natural para aplicação em empilhadeiras e, por ser um importante cliente, o projeto poderá abrir novas oportunidades para outras aplicações similares na base de clientes da Companhia.

Novo contrato

A Bahiagás e a Cervejaria Petrópolis assinaram recentemente um novo contrato, conforme resolução AGERBA, na modalidade firme inflexível e com prazo de vigência até 31 de dezembro de 2023. A tecnologia do sistema de compressão é de propriedade da ASPRO GNV, modelo LF 50-4, sendo equipado com um compressor com carenagem, motor 60 HP e painel on board à prova de explosão incorporado no skid do compressor; estocagem 2 x 3 com 625 litros de capacidade hidráulica e painel prioritário; uma coluna de carga com duas mangueiras para abastecimento; e um medidor de vazão. A cervejaria contratou a GNC Distribuidora para o turn key, ficando responsável pela documentação técnica/regularidade da obra.

Obras do Gás Sudoeste avançam

Iniciadas em agosto do ano passado, as obras do Gás Sudoeste – Duto de Distribuição do Sudoeste do estado da Bahia já passaram de 50% de avanço físico. São mais de 57 km de tubos já enterrados e mais 2,2 km prestes a serem colocados, entre as cidades de Itagibá e Jequié

“Para a Bahiagás, é uma satisfação ver o desenvolvimento chegando a todo vapor a essa importante região do estado. O nosso objetivo é que, em breve, as empresas, o comércio, as residências e toda a população local possam usufruir dos benefícios do gás natural”, ressaltou o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza.

A construção do Gás Sudoeste faz parte da diretriz estratégica da Bahiagás de interiorização do gás natural na Bahia. Ele será o maior duto de distribuição do Nordeste e o segundo maior do país, com extensão prevista de 306 km, interligando os municípios de Itagibá e Brumado, passando por cidades como Jequié e Maracás, entre outras.

Na prática, o duto passará por 12 municípios, mas vai gerar impacto direto em 15 cidades do Sudoeste do estado. A chegada do gás natural levará muitos benefícios para a região. O energético atenderá indústrias, postos de combustíveis, estabelecimentos comerciais, grandes mineradoras, hotéis e residências.

Com estimativa de tempo de execução total de quatro anos (projeto e obra), o empreendimento está estimado em cerca de R$ 400 milhões, contabilizando as três etapas da obra (Itagibá – Jequié, Jequié – Maracás, Maracás – Brumado).

Bahiagás apresenta as possibilidades do gás natural em Vitória da Conquista

Na quinta-feira (31/01/19), a Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás promoveu o evento Gás Natural em Vitória da Conquista – Estudo de Viabilidade Técnica, no auditório da Faculdade Independente do Nordeste (Fainor). O encontro, voltado para autoridades, empresários e comunidade do município, apresentou as formas de levar o gás natural e possibilidades de uso do energético na cidade. 

Na primeira parte da apresentação, o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, fez uma explanação sobre a Companhia, mostrando o histórico, a forma de atuação, diretrizes estratégicas e segmentos de consumo do gás natural.

Num segundo momento, o gestor abordou as formas de levar o gás natural ao consumidor. Conforme apresentou Gavazza, o energético pode ser fornecido por meio de gasodutos físicos (rede de tubos) ou dos gasodutos virtuais, como é chamado o transporte de gás natural por meio de carretas. Nesta segunda opção, o gás é transportado como gás natural comprimido (GNC) ou gás natural liquefeito (GNL).

Segundo explicou Gavazza, neste primeiro momento, o fornecimento por meio de gasoduto virtual pode ser a opção mais viável para levar o gás natural a Vitória da Conquista. Desta forma, evitaria os gastos e o tempo necessários para a construção de um gasoduto físico e atenderia à demanda do mercado da mesma maneira.

Ele ainda destacou a relevância de incluir o município no mercado consumidor de gás natural. “Não há nenhuma dúvida entre nós sobre a importância desta cidade para a Bahia e ela sempre teve a nossa atenção. Da mesma forma que chegamos a outras cidades, por demanda dos seus consumidores, queremos chegar a Vitória da Conquista”, ressaltou o diretor-presidente da Bahiagás.

Estudo de Viabilidade

Durante a apresentação, Gavazza explicou que, antes de levar o gás natural à terceira maior cidade da Bahia, é preciso um estudo de viabilidade técnica (prestes a ser assinado com a prefeitura) para analisar o mercado local, as formas de aproveitamento do energético nos empreendimentos e os riscos do negócio.

“Esperamos também contar com o apoio dos líderes corporativos da cidade, bem como dos parlamentares e de todo o conjunto da sociedade conquistense. Precisamos sair daqui com o espírito de que o gás natural será uma realidade em Vitória da Conquista se trabalharmos todos nesta direção”, acrescentou.

Presente no evento, o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, reforçou a parceria com a Companhia no esforço para levar o gás natural ao município. “Quero parabenizar a Bahiagás por esta apresentação e tenho certeza de que trabalharemos juntos nesta construção da modernidade da nossa querida cidade”, declarou.

“Foi muito importante a presença da Bahiagás para debater com a sociedade conquistense as formas de trazer o gás natural, que trará benefícios para Vitória da Conquista”, completou o deputado estadual Jean Fabrício Falcão.

Também estiveram no evento o vereador Fernando Vasconcelos (Jacaré), representando o presidente da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista; o presidente do movimento Conquista Pode Voar Mais Alto, José Maria Caires; o diretor geral da Sudesb, Elias Dourado; a presidente de Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) do município, Sheila Lemos; o presidente da OAB/Vitória da Conquista, Ronaldo Soares; o presidente da Associação das Indústrias de Vitória da Conquista (Ainvic), Cláudio Marinho; presidente do Sindicado dos Taxistas de Vitória da Conquista, Valter Oliveira Freire; o diretor da Fainor, Edgard Larry;   além de representantes de outras entidades e gestores de cidades próximas (Belo Campo, Nova Canaã, Planalto, Tremedal, Encruzilhada, Cândido Sales, Barra do Choça, Mirante, Bom Jesus da Serra, Maetinga, Presidente Jânio Quadros e Itambé).

Residencial

O segmento residencial é uma opção muito mais prática e confortável para os clientes que querem usufruir dos benefícios do gás natural canalizado dentro de casa. Entre as vantagens estão o ganho de espaço (já que não precisa do uso de botijões), o fornecimento constante, pagamento após o consumo, custo benefício, mais segurança e versatilidade.

Possibilidades de uso na residência:

Cocção:

  • fogão
  • churrasqueira

Aquecimento:

  • chuveiro
  • piscina
  • banheira
  • torneira
  • lavadora e secadora de roupa
  • sauna

 

Assinar este feed RSS